EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Para aqueles que ainda não assistiram “Bee Movie”, um resumo do filme: as abelhas são muito importantes para o funcionamento de todo ecossistema. O artista australiano Michael Candy sabe bem disso e, por isso, propôs um método de polinização mais seguro para as abelhas.

publicidade

“As abelhas são uma parte vital do nosso ecossistema, eu sinto que todo mundo precisa tomar um tempo para conhecer esses trabalhadores que mantêm as nossas plantas e culturas polinizadas”, disse Candy. Ele criou o “Polinizador Sintético”: um sistema de “flores” robóticas equipadas com néctar e pólen. O dispositivo foi produzido por uma impressora 3D e deve ser instalado ao lado de plantas reais para funcionar.

“Levou vários anos para convencer as abelhas a pousar nos polinizadores sintéticos”, explicou o artista. “A cor e a forma da unidade são importantes para a atração, já que as abelhas têm várias maneiras de identificar as plantas”.

Candy criou uma complexa rede de tubos responsável por levar uma solução artificial de néctar até a superfície de suas flores. O polén foi capturado pelo próprio artista com um dispositivo que se encaixa sobre a entrada da colmeia e recolhe as sobras de pólen das patas traseiras das abelhas.

O australiano, porém, não está sozinho na luta pela proteção das abelhas. A designer e pesquisadora Neri Oxman também procurou protege-las com um apiário sintético, enquanto um designer italiano desenvolveu uma colméia que mantém uma temperatura constante e protege do mau tempo.

publicidade

“É de conhecimento geral que a população de abelhas está sofrendo em todo o mundo devido a pesticidas, mudanças climáticas e ácaros Varroa – para esses problemas, podemos encontrar soluções”, explicou Candy.  

Fonte: Dezeen