EnglishPortugueseSpanish

Avião autônomo russo

Redação 8 de agosto de 2019
publicidade

O exército norte-americano já mostrou seus tanques autônomos, prontos para substituir soldados em linha de combate. Agora, foi a vez dos russos mostrarem seu poder bélico – só que, dessa vez, nos ares.

O nome é complicado: Sukhoi-S70 Okhotnik-B. O que ele faz é ainda mais complexo. A aeronave é capaz de voar sem um piloto a bordo, de maneira completamente autônoma. Além disso, ele incorpora uma das mais sofisticadas tecnologias stealth – o que significa que o Sukhoi pode voar sem que praticamente nenhum rada seja capaz de detectá-lo. Ainda não é a camuflagem da uma Ave de Rapina Klingon, mas está no caminho…

publicidade

Os russos disseram que o Sukhoi deverá ser usado em missões de coleta de dados e de inteligência. Mas, pelas dimensões, especialistas já disseram que a aeronave provavelmente também pode transportar armas.

Além de voar sozinho, o Sukhoi é capaz de trabalhos de reconhecimento de solo de grande precisão, graças a um arsenal de sensores eletro-ópticos e infravermelhos. No voo de demonstração registrado em vídeo pelo governo russo, o Sukhoi voou por cerca de 20 minutos a 600 metros de altitude.