A Apple ganhou um dos 15 prêmios das Nações Unidas como parte do programa Global Climate Action da ONU. Os vencedores foram descritos pela ONU como “algumas das melhores e mais brilhantes soluções do mundo para as mudanças climáticas, lideradas por comunidades, governos, empresas e organizações”.

A ONU reconheceu a Apple pelo o que foi rotulado de Missão Possível. A empresa está desenvolvendo formas de produção que não afetam o meio ambiente, buscando diminuir sua pegada de carbono. “A Apple calcula sua pegada de carbono em cinco áreas: instalações corporativas, fabricação, uso e transporte de produtos e processamento em fim de vida útil dos produtos“.

publicidade

De início, a empresa transformou 100% da energia que usa em escritórios, lojas e datas centers para renovável em 43 países do mundo. Agora, a Apple também está com o projeto “Programa de Energia Limpa para Fornecedores”, buscando convencer sua cadeia de fornecedores a utilizarem apenas energia renovável.

Segundo a ONU, o prêmio reconhece quatro realizações ambientais da Apple. Primeiramente, o fato de que a empresa reduziu sua pegada de carbono em 35% nos últimos três anos, assim como o uso de energia renovável. Além disso, ela diminuiu o uso médio de energia para produção da mercadoria em 70% para todas as suas principais linhas e fez uma parceria com a Conservation International para proteger e restaurar uma floresta de 11.000 hectares de mangue na Colômbia.

Lisa Jackson, vice-presidente da Apple, agradeceu às Nações Unidas pelo prêmio. “Desde a restauração de florestas de mangue na Colômbia até o lançamento de um novo Fundo de Energia Limpa na China, sabemos que devemos continuar nos desafiando a inovar e fazer mais para enfrentar a crise climática globalmente. Agradecemos às Nações Unidas por reconhecer nosso compromisso com a energia limpa e com a redução da pegada de carbono de nossos produtos. Prometemos continuar liderando o processo por ações climáticas ousadas”.

Via: 9to5Mac