EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A maior bateria de lítio-ion do mundo fica em Hornsdale, no Sul da Austrália. Batizada de Hornsdale Power Reserve ela foi construída pela Tesla e é um sistema para armazenamento da energia produzida pela usina eólica Hornsdale Wind Farm. Além disso, também é usada para estabilização da frequência da rede e fornecimento de energia suplementar em horários de pico.

Com capacidade de 100 Megawatts, a instalação apelidada de Tesla Big Battery foi inaugurada em Dezembro de 2017, após menos de 100 dias de construção a um custo de US$ 50 milhões, e nasceu de uma aposta de Elon Musk com um outro bilionário.

publicidade

Agora, a “bateria” australiana vai ficar ainda maior. A Neoen SA, empresa francesa responsável por sua operação, anunciou uma expansão de 50% em sua capacidade, que chegará a 150 Megawatts.

O custo ou prazo de entrega para a expansão não foram anunciados, mas segundo a Neoen em seu primeiro ano de operação a Hornsdale Power Reserve gerou uma economia de US$ 34 milhões (cerca de R$ 143 milhões) aos consumidores. Isso porque ela suplementa a rede em horários de pico, quando normalmente seria necessário acionar geradores a gás, cuja operação é muito mais cara.

Satisfeita com os resultados, a Neoen tem grandes planos para o futuro. A instalação de Goyder South, cuja construção deve começar em 2021, terá capacidade de geração de 1200 Megawatts com energia eólica, 600 Megawatts com energia solar e uma bateria de 900 Megawatts, a um custo inicial 1 bilhão de dólares australianos, cerca de R$ 2.8 bilhões.

Fonte: Bloomberg

publicidade