EnglishPortugueseSpanish

Nesta semana, o exército norte-americano anunciou uma nova armadura de combate de alta tecnologia, destinada aos cães. Chamada de Proteção Auditiva Canina, ou CAPS, a proteção foi projetada para ajudar cães militares a não desenvolverem perda auditiva de curto prazo, que pode ocorrer ao trabalhar em torno de máquinas e veículos barulhentos.

O “capacete” é feito de material flexível de absorção acústica que filtra ruídos altos e pode se esticar ou encolher, para acomodar praticamente qualquer tamanho e formato da cabeça.

publicidade

Reprodução

“Mesmo um voo curto de helicóptero pode afetar a audição de um cão, resultando em desempenho prejudicado e incapacidade de ouvir comandos do manipulador, o que pode dificultar a missão”, disse o pesquisador Stephen Lee. “Essa nova tecnologia protege o cão durante as missões e pode prolongar sua vida”, completou Lee.

A tampa do CAPS tem cerca de 2,5 cm de espessura e foi projetada para trabalhar com capacetes, óculos e outros acessórios de proteção projetados para cães militares. Ele foi desenvolvido pela ZeteoTech, empresa de biodefesa e tecnologia médica, e pelo tenente da Marinha aposentado Pete Scheifele, PhD. O projeto foi financiado pela “Bolsa de Pesquisa em Inovação para Pequenas Empresas do Exército”.

Antes de ser colocada em prática, a proteção foi testada extensivamente em ambientes militares e policiais. Os pesquisadores estavam particulamente focados em proteger a audição de cães enquanto viajavam em helicópteros militares, que podem produzir ruído bem acima de 90 Db (decibéis).

As orelhas dos cães são significativamente mais sensíveis que as orelhas humanas. Eles têm três vezes o número de músculos da orelha em comparação com os seres humanos.

 

Via: Daily Mail