Recentemente, os cientistas descobriram 19 galáxias anãs que parecem não possuir matéria escura. O material invisível é crucial para uma das principais explicações da formação galáctica. Os astrônomos agora se encontram com uma escolha difícil de se fazer: argumentar que a descoberta está errada ou juntá-la nas teorias de formação do cosmos.

Os cientistas identificam que uma galáxia possui matéria escura se ela gira mais rápido do que giraria se estivesse sujeita apenas às forças gravitacionais da matéria visível. As novas galáxias parecem estar rotacionando mais devagar do que uma galáxia típica do seu tamanho. Isso indica que elas não possuem matéria escura.

publicidade

Segundo a revista Live Science, uma possível explicação é que algumas galáxias poderiam ter sua matéria escura aspirada pela força gravitacional mais forte das vizinhas próximas. Mas algumas estão muito isoladas no cosmos para que essa explicação seja definitiva.

Os físicos disseram à revista que os próximos passos são: revisar as descobertas do novo artigo, e principalmente, analisar as 19 galáxias com uma variedade maior de ferramentas e técnicas para chegar à conclusão definitiva sobre a formação delas.

Via: Futurism