EnglishPortugueseSpanish

As Forças Armadas dos Estados Unidos estão testando balas especiais que podem ser disparadas debaixo d’água, de acordo com a Defense One. O intuito é proporcionar aos soldados navais treinados em ambientes aquáticos novos meios de combater os inimigos, possibilitando-os atirar em barcos, navios e submarinos que representam uma ameaça.

As balas, fabricadas pela DSG Technologies, são revestidas com tungstênio e criam uma bolha de gás que permite um movimento rápido e letal pela água. Embora munições comuns possam percorrer cerca de 800 metros por segundo, elas param ao “viajar” através de materiais mais densos (como a água) por não possuir esse efeito supercavitante.

publicidade

As chamadas CAV-X, de calibre 50, podem percorrer até 60 metros debaixo d’água e passar por 2 centímetros de aço disparado a 17 metros de distância, o que indica que elas poderiam penetrar submarinos. 

O diretor de ciências da DSG, Odd Leonhardsen, afirmou que a empresa vende a munição para governos de todo o mundo, desde que eles pertençam à OTAN. No entanto, o diretor não revelou quais são as nações consumidoras, apenas que elas estavam testando o produto através de um helicóptero, que atira as balas ao mar. Além disso, o diretor também revelou que as balas podem ser usadas em armas de fogo convencionais.

“O motivo pelo qual a bala não pára da mesma maneira que as munições convencionais se deve ao fato de que o projétil CAV-X é perfeitamente equilibrado através de sua própria rotação, e a forma ajuda a construir o corpo de cavitação perfeito ao redor do projétil”, disse Leonhardsen. “A única parte que entrará em contato com a água para criar atrito é a ponta”, concluiu.

 

publicidade

Via: Business Insider