EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Dataprev, empresa pública que fornece soluções de TI para a Previdência Social, anunciou que irá fechar suas filiais em 20 estados e demitir os 493 funcionários lotados nessas unidades. Com a reestruturação, a empresa centralizará suas atividades em sete regiões estratégicas, e espera economizar anualmente R$ 93 milhões (englobando folha de pagamentos e gastos operacionais).

O governo federal incluiu a Dataprev na lista de estatais a serem privatizadas, porém, consultada pelo site G1, a empresa negou que o Programa de Adequação de Quadro anunciado nesta quarta-feira (8) tenha relação com a venda.

publicidade

Além da readequação do quadro de pessoal, a Dataprev disse em comunicado oficial que também está promovendo revisão de contratos, medidas de racionalidade nos gastos operacionais da empresa e ações de eficiência tributária.

Os funcionários que serão desligados representam 15% do total da empresa, que é de 3.360. “A empresa está centralizando suas atividades em sete regiões consideradas estratégicas (Ceará, Distrito Federal, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo), onde possui data centers e Unidades de Desenvolvimento”, afirma o comunicado.

Como justificativa, a Dataprev explicou que as atividades da empresa estão concentradas nessas unidades, responsáveis por toda da geração de receita. “As demais unidades regionais tiveram queda expressiva de produtividade, devido à baixa demanda local, e passaram a funcionar apenas como núcleos administrativos, fora do escopo para o qual foram originalmente criadas”, completa.

Via G1/Dataprev

publicidade