O Google anunciou oficialmente que continuará dando suporte ao navegador Chrome no Windows 7 mesmo após o fim da assistência da Microsoft. O objetivo da medida é dar mais tempo às empresas que ainda usam o sistema operacional antigo, antes da migração para o Windows 10.

No próximo dia 14, o Windows 7 encerrará o período de cinco anos de suporte estendido oferecido pela Microsoft. Isso significa que qualquer falha de segurança existente no sistema permanecerá aberta, já que não haverá novas atualizações para correções das brechas e vulnerabilidades.

publicidade

Organizações que usam o Google Chrome para suas aplicações Web ou SaaS, o Google declarou que continuará a dar suporte total no Windows 7 até 15 de julho de 2021. Os usuários continuarão a receber atualizações de segurança para o navegador e as políticas e ferramentas de gerenciamento da empresa continuarão funcionando.

“Migrações do sistema operacional são complicadas. A execução de um sistema operacional fora do suporte oficial pode deixar as organizações vulneráveis a possíveis ameaças à segurança. No Windows 7, o Chrome continuará fornecendo recursos de segurança integrados que ajudam a manter os usuários seguros enquanto estão na Web”, escreveu no blog da empresa o diretor de engenharia do Chrome, Max Christoff.

Atualizações Estendidas de Segurança (ESU) continuarão a ser oferecidas pela Microsoft até 2023, mas a um custo: US$ 200 por licença, por ano, e com os preços aumentando a cada ano, sendo limitado apenas às versões Professional e Enterprise do sistema.

A última pesquisa da NetApplications, de dezembro de 2019, mostra que 26% dos computadores no mundo ainda rodam o Windows 7.

Via Bleeping Computer/Google Blog