EnglishPortugueseSpanish

Toda vez que a Realme lança um smartphone, diversas comparações são feitas, principalmente com os aparelhos da Xiaomi. Isso acontece não porque são consideradas cópias, mas porque se apresentam como verdadeiros rivais. Porém, Manu Kumar Jain, vice-presidente da Xiaomi, acusou a concorrente de se limitar a copiar ideias das outras fabricantes.

O CEO da Realme, Madhav Sheth, preferiu não comentar as acusações diretamente, mas não perdeu a oportunidade de atacar a rival. Para ele, uma empresa inovadora e líder de mercado não deveria se comportar dessa maneira. Além disso, afirmou que eles estariam inseguros com o crescimento da Realme e que a empresa vai apenas focar em se tornar a melhor marca de 2020, sem se importar com a concorrência.

E para aqueles que achavam que a discussão acabaria, um executivo da linha POCO entrou na história e aconselhou a Realme a começar a ter ideias originais, conseguindo assim evitar o declínio nas suas vendas. Pouco depois, diversos usuários destacaram que a própria linha era uma inspiração nos modelos Realme X para o nome dos seus celulares. Além disso, mostraram que o slogan “Smooth AF” parece uma ter se inspirado no utilizado pela OnePlus, o “Fast AF”.

Essa discussão não deve terminar tão cedo nas redes sociais. A verdade é que no mercado dos smartphones, é muito difícil ver uma marca que realmente consegue inovar, e não apenas tentar melhorar tecnologias já utilizadas.

Via: 4G News