EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Não há como discutir: o Mac Pro, workstation de altíssimo desempenho da Apple, concentra o que há de mais poderoso em componentes, contando com até 1,5 terabyte de memória RAM, custando a partir de R$ 56 mil no Brasil. O equipamento é voltado para aplicações extremamente pesadas e, para demonstrar o quanto o computador é parrudo, um youtuber decidiu fazer o teste com o Chrome, conhecido pela “fome” por memória RAM: quantas abas do navegador a máquina consegue manter abertas simultaneamente?

Jonathan Morrison decidiu fazer um experimento com um Mac Pro e começou a abrir abas até o computador não conseguir mais suportar mais. Foi quando ele parece ter encontrado o limite da máquina: 6 mil abas abertas simultaneamente.

publicidade

Cada uma das abas estava rodando um site real, então não se tratavam de janelas em branco. Mesmo após as 6 mil abas abertas e o Chrome começando a dar sinais de travamento, o computador continua capaz de alternar rapidamente entre os aplicativos do sistema, permitindo a realização de outras tarefas. Morrison continuava capaz de abrir o Safari e o Final Cut, ambos ativos em segundo plano no sistema.

publicidade

Obviamente o experimento não reflete uma situação real de uso. O vídeo mostra o quão radical precisaria ser o uso do computador para que um usuário comum pudesse levar o Mac Pro ao seu limite. Nenhuma máquina, afinal de contas, é pensada para abrir 6 mil abas do Chrome. E pagando R$ 56 mil pela versão mais básica do computador, é recomendável utilizá-los para fins um pouco mais exigentes do que navegar na internet.