Com a evolução da tecnologia e a indústria se movendo em direção ao 5G, a maior velocidade de banda larga possibilita o download de arquivos que ocupam cada vez mais espaço nos celulares. Para contornar o problema, fabricantes de smartphone oferecem memórias internas maiores, no entanto, retirando a opção de expandir o armazenamento por meio de um cartão microSD.

Pensando nisso, a Xiaomi registrou uma patente de tecnologia que integra um chip SIM, com capacidade de conexão 5G, com um cartão de memória. Essa funcionalidade não é necessariamente nova, foi apresentada em 2019 pela empresa Ziguang, mas a companhia chinesa parece querer criar sua própria versão.

publicidade

Foto: Xiaomi

A patente detalha que o cartão apresenta função dupla, em que o armazenamento fica localizado na parte da frente, e os componentes do SIM na parte traseira do chip. A tecnologia pode representar uma maneira inteligente de adicionar mais memória ao telefone sem a necessidade de um slot próprio para isso, enquanto permite a utilização da conexão de quinta geração.

Alguns aparelhos intermediários ainda possuem o famoso slot híbrido para SIM, que permite usar o chip da operadora e cartão de memória ao mesmo tempo. Entretanto, essa função não está disponível na maioria dos dispositivos topo de linha, o que faz com que os usuários tenham de realizar limpezas periódicas para revisar tudo o que está armazenado no telefone. A novidade da Xiaomi pode ser a solução.

Via: GizmoChina