EnglishPortugueseSpanish

A Polestar apresentará no Salão do Automóvel de Genebra deste ano seu carro-conceito focado no uso de materiais sustentáveis em sua fabricação e numa integração maior com o sistema operacional Android Automotive, do Google. O modelo elétrico Precept “não é um sonho de um futuro distante”, afirma o CEO da montadora, Thomas Ingenlath, em comunicado, ele “mostra como aplicaremos a inovação para minimizar nosso impacto ambiental”, completa.

Os painéis internos e os encostos dos bancos são feitos de “compósitos à base de linho”, o que representaria uma redução de 80% no desperdício de plástico na produção, bem como uma redução de 50% no peso. Os assentos do Precept foram “tricotados em 3D a partir de garrafas recicladas de PET [ou polietileno tereftalato]”.

publicidade

O estofado e os apoios de cabeça são feitos de vinil de cortiça reciclado. E os tapetes do Precept são feitos com redes de pesca recuperadas, de acordo com a Polestar – que é uma marca de carros elétricos de propriedade conjunta da Volvo com a holding Zhejiang Geely.Polestar/DivulgaçãoA empresa, porém, não deu detalhes do quanto o Precept seria sustentável se de fato chegasse a ser produzido, como por exemplo o impacto ambiental geral de fabricar um carro elétrico, como reduzir a pegada de carbono do fornecimento de matérias-primas para baterias e motores ou as emissões gerais do processo de fabricação.

ANDROID INSIDE

Tão relevante quando o lado “verde” do carro-conceito são suas possibilidades de integração com sistema operacional Android Automotive. A Polestar planeja ser a primeira montadora a produzir um veículo com o sistema operacional incorporado do Google – uma versão mais expansiva e sem telefone do Android Auto atual.

Polestar/DivulgaçãoO carro elétrico Polestar 2 será lançado no final deste ano com o sistema, mas com o Precept, a Polestar diz que deseja “abrir novas possibilidades no carro, além do ajuste já disponível de espelhos, assentos, configurações de temperatura e entretenimento de acordo com as preferências pessoais do motorista”, explica o comunicado.

A ideia é que o Precept reconheça o motorista ao se aproximar do carro, e prepare automaticamente suas configurações favoritas. A Polestar quer também integrar o streaming de vídeo como um componente do carro, enquanto estacionado ou durante o carregamento. Para isso, o veículo tem dois monitores: uma tela sensível ao toque de 15 polegadas montada no painel e outra de 12,5 polegadas para o motorista.

Via: The Verge