EnglishPortugueseSpanish

A arquiteta mineira Priscila Gama ouviu gritos femininos vindos da principal avenida de Belo Horizonte em uma madrugada. Imediatamente soube que alguma mulher estava sofrendo violência. E aí veio a ideia: criar uma companhia virtual que pudesse ajudar a evitar esse tipo de situação.

publicidade

O ano era 2016. Nascia a Malalai, uma solução em forma de aplicativo para ser usada por quem quer ser livre para se deslocar sozinho com mais segurança.

Em 2017, veio a ideia de criar um complemento para o app. Isso porque pesquisas indicaram que muitos têm receio de usar o celular na rua, especialmente em locais escuros.

O app já funciona em todo o país, mas o processo de confecção do anel ainda está em andamento. A entrega das primeiras unidades deve ocorrer apenas em meados de 2020.

publicidade

Embora ainda esteja no início, o objetivo da Malalai é criar uma rede colaborativa de segurança. De mulheres para outras mulheres.