A Unidade de Inovação em Defesa, parte do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, está realizando uma chamada para o desenvolvimento de “sensores quânticos” que possam ser usados para determinar com precisão a localização de espaçonaves em missões espaciais de longa distância e duração.

Métodos tradicionais de posicionamento, como o GPS, não podem ser usados em missões além da órbita terrestre, pois dependem dos sinais de uma rede de satélites ao redor de nosso planeta. Atualmente são usadas técnicas como navegação inercial e o rastreamento de estrelas, mas elas estão sujeitas a erros que podem se acumular com a duração da missão e distância da espaçonave.

publicidade

A chamada pede um sensor com 10 cm3 e consumo de energia de no máximo 300 Watts, e favorecerá soluções que exijam poucos esforços de calibração. As propostas devem ser enviadas até esta quinta-feira (16). As selecionadas serão promovidas à Fase II do programa, quando deverão passar por validação e demonstração de seu desempenho no espaço.

Segundo George Sondecker, Gerente de Programa da Unidade de Inovação em Defesa, “nenhuma plataforma específica foi identificada até o momento. O sensor será usado em uma ampla gama de plataformas, para operação em ambientes onde o GPS não estiver disponível, ou para aprimorar os resultados onde estiver”.

Fonte: C4ISRNet