EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A pandemia do novo coronavírus tem exigido da população um cuidado redobrado com a higiene. Para desacelerar a propagação do vírus, as pessoas têm sido aconselhadas a ficar em suas casas, lavar sempre as mãos (e evitar tocar no rosto) e até usar máscaras em locais públicos. Porém, a possibilidade de contrair a Covid-19 através dos produtos do supermercado, ou ao receber pedidos em casa, preocupa muitas pessoas.

Não é raro que em alguns lares, os mais cuidadosos lavem e desinfetem suas compras quando chegam em casa. Mas os especialistas afirmam que não é necessário desinfetar e lavar todo seu estoque – basta seguir as recomendações básicas contra a contaminação.

publicidade

A virologista do Centro de Infecção e Imunidade da Escola de Saúde Pública da Universidade da Columbia, Angela Rasmussen, explica que a probabilidade de se infectar em uma superfície contaminada não é zero, mas é bastante baixa. Mesmo gotículas respiratórias contaminadas que poderiam ter caído na embalagem dos produtos teriam que ter vírus residual suficiente para iniciar uma infecção.

E mesmo assim, para acontecer o contágio, a pessoa teria que tocar no seu próprio rosto com a mão contaminada. Ou seja, se você seguir boas práticas de higiene nas mãos – lavar depois de desembalar as compras, antes de cozinhar e antes de comer -, Rasmussen diz que seu risco provavelmente é “muito, muito baixo”.

publicidade

De acordo com o diretor da Divisão de Doenças Infecciosas do Vanderbilt University Medical Center, David Aronoff, assim que o vírus chega à superfície, ele começa a perder capacidade de infectar. “Após 24 horas, a grande maioria dos vírus não é mais infecciosa”, afirma o especialista. Após 72 horas, o Sars-Cov-2 é indetectável na maioria das superfícies. Então, se você sabe que não vai usar aquele produto por dois ou três dias, apenas guarde-o, lave as mãos e continue o seu dia.

Outra medida importante é limpar as bancadas depois de desembalar as compras, usando um desinfetante doméstico. Mas se ainda assim quiser lavar todas as embalagens antes de guardar, os infectologistas recomendam o uso de água e sabão. “Muitas das embalagens que os mantimentos vêm não são para ser borrifadas com desinfetante, ou você pode acabar contaminando sua comida”, afirma Rasmussen.

E cuidado com a ingestão de resíduos de sabão que possam ter ficado da lavagem. “Não há evidências de que esses frutas ou vegetais frescos possam transmitir o vírus ou causar a Covid-19”, completa Aronoff.

De acordo com especialistas, o maior risco que se corre ao sair para fazer compras é estar dentro da própria loja com outras pessoas que podem estar infectadas. “Embora seja possível contrair o vírus [de superfícies contaminadas], a maior parte da transmissão provavelmente será de gotículas respiratórias, às quais você é exposto quando está perto de outras pessoas”, avalia Rasmussen.

Via: NPR