Em uma carta aberta, enviada aos acionistas da Amazon, Jeff Bezos, CEO da gigante do varejo, detalhou as estratégias da empresa para lidar com o impacto do novo coronavírus.

Entre os assuntos abordados, há informações sobre a ideia da empresa em criar um laboratório para realizar testes de detecção da doença em seus funcionários. Bezos informa que a companhia considera “testar todos os colaboradores, inclusive aqueles que não apresentam sintomas”. Não ficou claro se os testes seriam obrigatórios para todos que trabalham nas dependências da empresa.

publicidade

Obviamente, a disponibilidade limitada de kits para testar possíveis infectados é um problema a ser considerado. No entanto, o modelo proposto por Bezos não necessita desse material. Todo o processo é feito internamente. A previsão é de que os testes comecem em um pequeno grupo de funcionários o mais breve possível.

O CEO da companhia ainda falou sobre a implementação de equipamentos para verificação da temperatura corporal de seus colaboradores. A decisão foi tomada como uma medida de prevenção extra para tentar identificar pessoas infectadas pelo vírus.

Por fim, Bezos escreve sobre a higienização rotineira das superfícies de trabalho, distribuição de máscaras e recomendações de distanciamento social entre os funcionários.

Mesmo em meio à pandemia, a companhia do empresário informou que vai contratar 75 mil novas pessoas para ajudar a cuidar da demanda de entregas causada pelo isolamento social imposto em diversos locais.

Via: TechCrunch