EnglishPortugueseSpanish

Câmeras térmicas detectam febre mas não contêm avanço da Covid-19

Redação 12 de maio de 2020
publicidade

Com a pandemia de Covid-19, a demanda por câmeras e termômetros infravermelhos capazes de detectar febre disparou. Como esse é um dos sintomas da doença, a ideia do uso desses dispositivos é identificar indivíduos com temperatura corporal acima de 37,8°C. Assim, eles poderiam ser encaminhados para um teste para diagnosticar a doença.

Entretanto, a presença ou ausência de febre não são suficientes que determinar se um paciente está ou não doente. A febre pode surgir por outros motivos e alguém infectado com o novo coronavírus pode ser um paciente assintomático e não apresentar sintomas. Por isso, o equipamento deve ser associado a outras técnicas para detectar ou descartar casos suspeitos.

publicidade