EnglishPortugueseSpanish
publicidade

De acordo com o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, o surto do novo coronavírus no Brasil está “apenas começando”. A declaração foi feita em entrevista à coluna do jornalista Jamil Chade, no portal UOL. O médico e político filiado ao partido Democratas ainda alertou que atritos gerados pelo governo brasileiro com a China podem provocar consequências negativas para o país no âmbito internacional.

Para Mandetta, o pico da pandemia de Covid-19 pode já ter sido atingido em Manaus, mas continua em escalada em outras capitais. E, segundo ele, na região sul, o surto nem sequer começou.

publicidade

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta quarta-feira (13), registra mais de 188 mil casos e mais de 13 mil mortes confirmadas em decorrência da Covid-19 no Brasil.

“A população não sabe para que lado ela vai”, disse o ex-ministro, em referência ao desencontro de políticas e recomendações adotadas por diferentes entidades brasileiras para o enfrentamento da pandemia. Mandetta foi demitido da liderança do Ministério da Saúde no mês passado.

publicidade

Ainda nesta quarta-feira, em entrevista à CNN, o ex-ministro disse que o número diário de mortes registradas no Brasil pode ultrapassar os mil casos muito em breve.

“Estamos subindo cada vez mais no número de mortos. Nesta semana ou na próxima, nós provavelmente vamos chegar a mil mortes diárias. Eu acho que o Brasil pode se tornar o país com um dos maiores números de casos no mundo”, afirmou.

Fonte: UOL