EnglishPortugueseSpanish

O Brasil, atualmente com mais de 39 mil mortes, pode se tornar o país com mais óbitos pela Covid-19 em 29 de julho, se nenhuma mudança significativa for tomada pelos órgãos de saúde. A precisão é do principal modelo matemático utilizado pelos Estados Unidos para definir suas estratégias. Se os números se confirmarem, o Brasil deve chegar a 137,5 mil vítimas fatais, contra 137 mil do país norte-americano.

Além disso, é possível também que o recorde mundial de mortos por Covid-19 em um único dia alcance os 4.071 no país. Atualmente, a marca pertence aos 2.262 óbitos confirmados nos Estados Unidos em 14 de abril. Essas projeções são do Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME), da Universidade de Washington.

publicidade

Para fazer as estimativas, o instituto leva em consideração o quanto a doença está se espalhando, além do número de pessoas contaminadas por alguém já infectado. Segundo Theo Vos, professor de ciências de métricas de saúde do IHME, os cálculos são atualizados e ajustados diariamente a partir do “número oficial de mortes registradas e internações hospitalares e das estimativas do número real de casos na comunidade”.

Para que essa previsão não se concretize, é fundamental que as medidas de prevenção sejam respeitadas. O distanciamento social, o uso de máscaras de proteção e, principalmente, a higienização constante das mãos e ambientes são extremamente necessários para vencer a pandemia o quanto antes.

Via: G1