O Google testa o uso de marcadores interativos em sessões do Google Street View. A iniciativa adiciona ícones às fachadas dos estabelecimentos visualizados na plataforma.

As figuras são as mesmas já aplicadas na página principal do Google Maps para indicar locais e serviços, como os ícones laranjas com desenhos de talheres que identificam restaurantes e lanchonetes.

publicidade

Ao passar o mouse por cima das formas enquanto navega no Street View, o usuário é apresentado a um box que informa o nome e uma rápida descrição do negócio local. É possível ainda conferir os índices de avaliação de usuários e obter uma estimativa do custo médio dos serviços.

Se o usuário clicar no marcador, o Google Maps mostra uma barra lateral com informações mais abrangentes sobre o estabelecimento, incluindo endereço completo, telefone e horário de funcionamento. A grande vantagem do recurso é permitir que usuários do Maps consultem os dados sem a necessidade de sair da modalidade Street View.

Reprodução

Ícones interativos do Google Street View. Imagem: Olhar Digital

Segundo o 9to5Google, o teste contempla um conjunto limitado de usuários. O site relata que leitores conseguiram acessar os marcadores em lugares como Novas York e Boston. nos Estados Unidos, mas não identificaram o recurso em visualizações de cidades menores.

Em testes realizados pela equipe do Olhar Digital, o recurso foi identificado em visualizações das cidades de Recife, Salvador, Curitiba e São Paulo, assim como em municípios do interior paulista, como Bauru, Presidente Prudente e Avaré.

Live View

Recurso de realidade aumentada para trajetos do Google Maps. Imagem: Reprodução

Vale lembrar ainda que, desde agosto de 2019, o Google Maps oferece o Live View, uma ferramenta de navegação com realidade aumentada disponível para usuários de Android e iOS.

Exclusivo para rotas realizadas a pé no aplicativo, o recurso pede que o usuário filme o trajeto com a câmera do smartphone. A ferramenta então projeta as instruções de deslocamento na tela do celular, o que evita que o usuário possa interpretar equivocadamente algum comando da plataforma. 

Para saber mais, confira o tutorial do Olhar Digital sobre como usar o Live View.

Fonte: Engadget