A Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, conhecida como Cern, está pronta para construir um novo acelerador de partículas na Suíça. O equipamento será o maior do mundo e terá cerca de 100 quilômetros de extensão. Atualmente, o Cern tem um acelerador de partículas de 27 quilômetros de extensão em uso no país.

A organização receberá ajuda global para financiar o projeto, que deve custar cerca de 21 bilhões de euros. A ideia é que até meados deste século, o equipamento esteja pronto. Grande parte da tecnologia exigida pela nova máquina ainda não foi desenvolvida.

publicidade