Um estudo que utiliza células-tronco para tratar os pacientes infectados por covid-19 está em curso no Braisl. A iniciativa é da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, do Complexo Hospital de Clínicas da Universidade do Paraná e do Instituto Carlos Chagas da Fundação Oswaldo Cruz do Paraná.

Estão sendo utilizadas células-tronco do tipo mesenquimal, que são derivadas do tecido encontrado em cordões umbilicais. Essas células têm ação anti-inflamatória e podem fazer que a carga viral de citocinas que produz essa reação diminua de maneira significativa. A ideia é fazer um tratamento que impeça que as células que podem complicar a situação do pulmão cheguem até ele.

publicidade