A Amazon Web Services (AWS) está lançando uma nova divisão de negócios para conquistar organizações espaciais comerciais e militares como clientes de sua infraestrutura de computação em nuvem.

Denominada Aerospace and Satellite Solutions, a unidade será focada em projetos espaciais, como o próprio nome indica, e será liderada pelo major-general aposentado da Força Aérea dos EUA, Clint Crosier, segundo informou o The Wall Street Journal.

publicidade

“A Amazon está antecipando um grande aumento global dos contratos de computação em nuvem relacionados ao espaço, com um tamanho de mercado estimado em centenas de bilhões de dólares”, declarou a AWS.

Reprodução

Empresa quer conquistar clientes espaciais para sua infraestrutura de computação em nuvem. Foto: Reprodução

A AWS já atendeu clientes do setor de satélite e espaço, inclusive com a oferta AWS Ground Station, que fornece comunicação por satélite e processamento de dados como serviço, ajudando os clientes a contornar a necessidade de configurar suas próprias estações terrestres dedicadas ao estabelecer suas redes e constelações de satélite.

Os serviços de computação em nuvem para ativos via satélite e no espaço são um negócio potencialmente massivo nos próximos anos para a indústria de defesa, particularmente nos EUA. Naquele país, parte da estratégia da Força Espacial e do Departamento de Defesa está dependendo menos de satélites geoestacionários grandes e antigos, preferindo redes mais versáteis e acessíveis.

Via: TechCrunch