Desenvolvedores mais uma vez tiveram acesso indevido a dados de usuários do Facebook. Conforme divulgou a rede social, pelo menos 5 mil desenvolvedores conseguiram acessar alguns detalhes pessoais de usuários inativos que não usavam seus aplicativos há mais de 90 dias.

Sob as diretrizes do Facebook, os desenvolvedores não devem receber dados dos usuários assim que se tornarem inativos. A empresa introduziu a regra em 2018, após o escândalo envolvendo a empresa americana Cambridge Analytica forçar a rede social a reforçar suas políticas com desenvolvedores.

publicidade

O Facebook, no entanto, não revelou quanto tempo o “problema” existia antes de ser corrigido ou quantos usuários podem ter sido afetados. A empresa disse apenas que foi algo praticado nos “últimos meses”. 

Reprodução

Pelo menos 5 mil desenvolvedores tiveram acesso a dados de usuários do Facebook. Foto: Shutterstock

A rede social também não especificou exatamente quais dados podem ter sido compartilhados indevidamente, mas afirmou que os usuários haviam autorizado anteriormente seus aplicativos a receberem as informações em questão.

“Não vimos evidências de que esse problema resultasse no compartilhamento de informações inconsistentes com as permissões que as pessoas concederam ao fazer login usando o Facebook”, escreveu a empresa.

O Facebook observou que corrigiu o problema no dia seguinte à descoberta e planeja “continuar investigando”.

Via: Engadget