EnglishPortugueseSpanish

Enzima ajuda novo coronavírus a se camuflar

Redação 24 de julho de 2020
publicidade

Pesquisadores do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas em San Antonio, nos Estados Unidos, identificaram uma enzima usada pelo novo coronavírus. O microrganismo usa o componente para se disfarçar e invadir células sem alertar o sistema imunológico.

O estudo foi pulicado nesta sexta-feira na revista Nature Communications. A enzima, chamada nsp16, é produzida pelo vírus e usada para modificar seu mensageiro. Essas modificações enganam a célula e fazem o RNA mensageiro viral resultante ser considerado como parte do código da célula, não um elemento estranho.

publicidade

Ou seja, o novo coronavírus usa a nsp16 para evitar que haja uma restrição imune do hospedeiro ao vírus. Então, decifrar sua estrutura 3D pode abrir caminhos para a criação de medicamentos antivirais que impeçam infecções por coronavírus.

A candidata a vacina desenvolvida pela farmacêutica americana Moderna usa RNA mensageiro para induzir imunidade. A técnica envolve aplicar material genético do vírus no corpo humano para que o organismo produza proteínas virais que provoquem a resposta imunológica.

publicidade