EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A fintech Neon acaba de abrir 27 vagas de estágio para estudantes dos cursos de comunicação, ciências exatas, direito, TI, engenharia e graduandos das áreas de negócios. As inscrições estão abertas até 17 de agosto. A previsão para início do programa é 21 de setembro e o término deve ocorrer em dezembro de 2021.

A bolsa-auxílio oferecida é de até R$ 3 mil – a empresa reforça que o valor depende do ano de conclusão do curso. Além disso, há seguro de vida, vale-refeição, vale-alimentação, plano de saúde e plano odontológico. O programa ainda conta com alguns benefícios flexíveis, como auxílio educação, combustível, estacionamento e vale-transporte.

publicidade

A fintech afirma que estudantes de todas as partes do Brasil podem se inscrever. No entanto, é necessário que se tenha disponibilidade para comparecer ao escritório da Neon em São Paulo nas datas que serão estipuladas.

Reprodução

Candidatos podem se inscrever até 17 de agosto. Foto: Divulgação

Para os candidatos que cursam direito, a empresa solicita nível avançado de inglês e previsão de término da graduação em dezembro de 2022. Para as outras áreas, o inglês pode ser de nível básico e o curso deve terminar até dezembro de 2021.

publicidade

Para concorrer a uma vaga, o interessado deve se candidatar no site estagioneon.com.br. Após o período de cadastro, os inscritos devem passar por testes de lógica, inglês, fit cultural, dinâmica de grupo e entrevista.

Tarifas de TED

No ano passado, a empresa informou que zeraria as tarifas de transferências (TED) e depósitos para os seus clientes. A partir disso, foi possível transferir dinheiro para qualquer banco e fazer depósitos via boleto sem pagar qualquer taxa. O limite de saques gratuitos, no entanto, continua restrito a uma única vez por mês para clientes do plano básico.

A inciativa da fintech mostra a intenção de tornar o mundo financeiro dos seus clientes ainda mais digital. “Sabemos que o comportamento do nosso cliente é cada vez mais digital, então tornamos a conta grátis para quem não usa mais o dinheiro físico”, disse Pedro Conrade, fundador e diretor da Neon Pagamentos.