EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O biólogo Kory Evans estava digitalizando raios-X de esqueletos de peixes quando notou algo estranho: na cabeça de um deles havia o que parecia um inseto. Algo que não fazia sentido: “peraí, esse peixe é herbívoro, ele come algas. Então abri a imagem original e lá estava, um comedor de língua”, disse ele.

Nas imagens em raios-X compartilhadas por Evans (abaixo) o parasita aparece em roxo. Em outra, o parasita pode ser visto dentro da boca de um peixe. “As segundas-feiras não costumam ser tão interessantes assim”, brincou.

publicidade

O comedor de língua (Cymothoa exigua) é um crustáceo que entra no peixe pelas guelras e se fixa na base da língua. Ele secreta um anticoagulante e usa suas pinças frontais para se alimentar do sangue do peixe, o que faz com que a língua do animal atrofie e caia por falta de circulação. Então o parasita se liga aos músculos na base da boca do peixe, e se torna uma “nova” língua. Além do sangue, algumas espécies se alimentam do muco produzido pela boca do animal.

publicidade

Apesar de parecer algo saído de um filme de terror, o parasita não causa grande prejuízo à saúde do peixe, que segundo os cientistas continua se alimentando normalmente. Existem 380 espécies do crustáceo, muitas delas especializadas em infectar apenas uma espécie de hospedeiro.

Fonte: Twitter