EnglishPortugueseSpanish

Antenas 4G com falha de segurança permitem ataques

Redação 17 de agosto de 2020

Cientistas da Universidade Ruhr-Bochum, na Alemanha, e da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, descobriram uma falha de segurança na implementação do serviço 4G por algumas empresas de telecomunicações. Segundo o grupo de pesquisa, a técnica “ReVoLTE” permite que hackers espionem as chamadas com um software.

A técnica tem esse nome em referência à tecnologia Voz sobre LTE, o sistema de voz usado no 4G. Com o método, os invasores puxam o sinal que uma estação base da operadora transmite ao aparelho do consumidor. Para fazer isso, eles precisam estar conectados à mesma rede e saber o número de celular que querem espionar.

publicidade

O ataque consiste em duas fases. Primeiramente, o invasor grava a chamada que quer interceptar. Depois, ele faz uma ligação para a vítima para que os dados sejam decodificados pelo software.

Os pesquisadores identificaram que 12 de 15 estações selecionadas aleatoriamente na Alemanha estavam vulneráveis aos ataques. Após o relato do grupo, as operadoras corrigiram a vulnerabilidade. Confira mais detalhes da descoberta em nosso site, www.olhardigital.com.br.