EnglishPortugueseSpanish

O MIUI 12 é o atual sistema operacional dos smartphones da Xiaomi. As atualizações recebidas em relação a seu antecessor foram muitas, o que aumenta o impacto de uma mudança para o sistema. Portanto, se você é usuários dos celulares de origem chinesa, seja da linha Mi, Redmi ou POCO, confira se o seu modelo está na lista dos celulares que estão aptos a receber a nova versão estável do sistema operacional MIUI 12.

Confira os modelos:

publicidade
  • Redmi 10X;
  • Redmi Note 8 Pro;
  • POCO F1;
  • Redmi 10X Pro;
  • Mi 10 Ultra;
  • Mi 9;
  • Redmi K30 Ultra;
  • Mi 10 Pro;
  • Mi 9 Pro 5G;
  • Redmi 9A;
  • Redmi K20 / Mi 9T;
  • Mi 8;
  • Mi 8 Pro;
  • Mi 9 SE;
  • Mi Note 3;
  • Redmi 9;
  • Redmi Note 7 / Redmi Note 7S;
  • Redmi K30 Pro / POCO F2 Pro;
  • Redmi Note 9 / Redmi 10X 4G;
  • Mi 10 Lite 5G;
  • Mi Max 3;
  • Mi Mix 3;
  • Redmi K30 4G / POCO X2;
  • Redmi K30 5G;
  • Redmi K30i 5G;
  • Mi 8 Lite;
  • Mi 9 Lite / Mi CC9;
  • Mi Mix 2S;
  • Redmi K20 Pro / Mi 9T Pro;
  • Redmi 6 Pro;
  • Mi Note 10 / Mi CC9 Pro;
  • Mi 10;
  • Mi 8 Explorer Edition;
  • Mi 10 Youth Edition / Mi Note 10 Lite Zoom;
  • Redmi Note 7 Pro;
  • Redmi S2 / Redmi Y2.

Dentre os recursos que o MIUI 12, anunciado em abril, possui, está uma interface de usuário mais limpa, novas animações, mudanças em gestos de navegação, novos papeis de paredes e designs AOD, indicadores de privacidade para microfone, câmera e uso de localização. Além disso, há melhorias nas múltiplas janelas e no Picture-in-Picture e rastreamento de sono embutido.

Se você possui um smartphone Xiaomi, Redmi e POCO e está em dúvida se vale a pena fazer a atualização, o Olhar Digital testou o MIUI 12 e preparou um review detalhado do sistema operacional que você pode conferir aqui.

Bateria carregada em 40 minutos

O Xiaomi Mi 10 Ultra chamou a atenção de todos ao ter um carregamento rápido sem fio de 120W. Depois, ele surpreendeu ainda mais quando atingiu as taxas de carregamento rápido sem fio com 50W. Isso é algo que poucos smartphones suportam. Agora, a empresa decidiu revelar como ela conseguiu carregar uma bateria de 4.500 mAh em apenas 40 minutos.

Além disso, o material utilizado na produção dos conectores também foi alterado. A Xiaomi utilizou grafeno altamente condutor, o que também aumentou a eficiência. Outra mudança foi na própria bateria. Ela foi dividida em duas, cada uma com 2.250 mAh, para maximizar as taxas de carregamento. Por fim, a empresa utilizou uma tecnologia de enrolamento de vários fios para tecê-los em cinco camadas nas bobinas.

publicidade

Via: XDA-Developers