EnglishPortugueseSpanish

De acordo com um anúncio feito na semana passada na página da Xiaomi Malásia no Facebook, a marca chinesa deve introduzir mais dois novos produtos ao portfólio da filial: o monitor curvo gamer Mi Curved Gaming Monitor 34″ e a impressora portátil de fotos. Ambos devem ser lançados nesta segunda-feira (24).

O monitor gamer tem curvatura extrema e resolução WQHD de 3440 x 1440 px, além disso, a tela de 34″ em proporção 21:9 ultra-wide promete uma experiência mais envolvente durante as jogatinas. Apesar de carregar o nome “gamer”, o monitor também poderá ser útil para quem costuma usar duas telas no dia a dia. Em mercados europeus, onde já foi lançado, o monitor – que já vem equipado com filtro de luz azul para dimunuir o cansaço visual – custa, em média, 400 euros (R$ 2.600 em conversão direta). 

publicidade

Já a impressora portátil com tamanho semelhante a um powerbank, permite ao usuário materializar fotos em 313 x 400 dpi via tecnologia Zink (Zero Ink), ou seja, sem a necessidade de um cartucho de tintas. O dispositivo utiliza Bluetooth 5.0 para imprimir fotos de 3 polegadas. O processo é bem rápido, leva no máximo 45 segundos e pode ser gerenciado pelo app MIJIA.  

Na China, onde já foi lançado, a Mi Portable Photo Printer é vendida por 50 dólares, cerca de R$ 280 em conversão direta. 

 xiaomi-anuncio-facebook21a03f6f8f2ec869.jpg
A marca anunciou os novos produtos para o catálogo da filial em 19 de agosto via Facebook. Foto: Reprodução

Pouco a pouco, a Xiaomi tem lançado estes produtos ao redor do mundo. Por aqui, os dispositivos ainda não estão disponíveis e não possuem previsão de chegada. 

 

Inovação por financiamento coletivo

Com um catálogo bastante variado, a empresa chinesa costuma publicar ideias de novos produtos em sua plataforma de crowdfunding, a qual permite aos consumidores da marca financiarem coletivamente projetos da marca.  

Os itens que alcançarem o valor do projeto serão produzidos e enviados aos financiadores. Além de prioridade no recebimento, caso o projeto não seja bem-sucedido, a Xiaomi promete devolver o valor investido. 

Fonte: Gizmochina