O recém-apresentado Galaxy Z Fold 2 é o segundo aparelho da Samsung a utilizar Ultra Thin Glass (UTG) – uma camada de vidro protetora flexível para proteger a tela dobrável de arranhões. Porém, a empresa coreana vem unindo forças com o fabricante do Gorilla Glass, a Corning, para criar seu próprio vidro dobrável, mais resistente e mais barato.

Atualmente, as telas dos modelos Galaxy Z Fold são feitas pela subsidiária Samsung Display, que fabrica esses painéis usando substratos de vidro da Schott. Mas de acordo com o site Electronic Times News, a própria Samsung Electronics começou a receber da Corning os substratos de vidro necessários para o desenvolvimento de novos vidros dobráveis.

publicidade

“A Samsung Electronics juntou-se à Corning considerando o fato de que o Samsung Display assinou um contrato de fornecimento exclusivo com Schott”, teria afirmado um representante da indústria que conversou com o ETNews. “A empresa está se concentrando em garantir tecnologias de fabricação de substrato de vidro para produzir UTG”.

Divulgação/Samsung

Samsung Galaxy Z Fold 2. Imagem: Divulgação/Samsung

A Corning, por outro lado, está se preparando para liderar no mercado de UTG global, fornecendo substratos de vidro dobráveis ​​para a Samsung. A empresa tem trabalhado internamente com novas tecnologias de vidros dobráveis e quer aumentar sua participação no mercado para ultrapassar a Schott.

Oficialmente, a Corning comunicou que está atualmente fornecendo amostras UTG para um cliente e que não pode divulgar nenhuma informação detalhada. Se confirmada, a parceria pode gerar uma competição interna entre Samsung Display e Samsung Electronics pela produção de telas dobráveis mais baratas.

A Samsung Display combina o UTG fabricado por uma empresa de fabricação de vidro especial chamada Dowoo Insys, usando substratos de vidro de Schott, com seu painel OLED – e fornece o produto final para Samsung Electronics. Mas diz-se na indústria que é difícil para a Samsung reduzir o preço geral do aparelho levando em conta o rendimento no processo de corte do substrato de vidro dentro do sistema de produção.

Uma produção própria de vidro dobrável pode levar a empresa coreana a reduzir o preço de fornecimento dos painéis. Um porta-voz da Samsung Electronics disse ao Electronic Times que a empresa não pode divulgar nenhuma informação relacionada ao desenvolvimento de seu próprio vidro dobrável.

Via: Electronic Times News