EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A corretora de criptomoedas Kraken será a primeira empresa do setor se tornar um banco. O estado norte-americano de Wyoming aprovou o pedido da casa de câmbio virtual para receber uma licença bancária reconhecida pela legislação federal (Special Purpose Depository Institution, ou SPDI). Nasce, assim, a Kraken Financial.

“Estamos entusiasmados por trabalhar em um estado tão alinhado com nossa filosofia e valores. Wyoming é um exemplo raro e brilhante de como uma regulamentação cuidadosa pode impulsionar a inovação para as empresas fintech“, afirmou o CEO da Kraken, David Kinitsky.

publicidade

A nova empresa oferecerá serviços de recepção de depósitos, custódia e fiduciários para ativos digitais. “Desde o pagamento de contas e recebimento de salários em criptomoedas até a incorporação de ativos digitais em carteiras de investimento e negociação, a Kraken Financial permitirá que os clientes da Kraken nos EUA façam transações bancárias sem problemas entre ativos digitais e moedas nacionais”, explica a empresa em um comunicado oficial.

A instituição será regulamentada basicamente da mesma maneira que outros bancos norte-americanos. “Ao nos tornarmos um banco, obtemos acesso direto à infraestrutura de pagamentos federais e podemos integrar mais perfeitamente as opções bancárias e de financiamento para os clientes”, afirmou Kinitsky em entrevista ao site CoinDesk.

publicidade

A Kraken Financial começará suas operações localmente, no estado de Wyoming, mas espera em breve operar globalmente. “O estatuto da SPDI nos ajudará a expandir o alcance do Kraken nos Estados Unidos e ajudará a organização a prestar serviços a empresas em todo o mundo”, afirma a empresa. Em sua primeira fase de operação, a Kraken Financial oferecerá contas apenas para residentes nos Estados Unidos.

Segundo o CEO, os principais geradores de receita da nova empresa serão taxas e serviços. A licença SPDI não permite que o banco empreste dinheiro, e ele ainda deve manter 100% de seus ativos em reserva. Bancos SPDI tampouco detêm a propriedade legal total sobre quaisquer ativos digitais – quaisquer valores guardados após a falência da empresa devem ser devolvidos aos clientes. 

Via: CoinDesk