EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com o objetivo de contribuir com a positividade corporal, nesta quarta-feira (23), o TikTok anunciou mudanças em suas políticas de publicidade. Entre as novas regras, a rede social afirmou que vai passar a proibir anúncios de emagrecimento para menores de 18 anos e restringir veiculações que promovam uma imagem corporal negativa.

Segundo a plataforma, essas mudanças fazem parte de um esforço para criar um ambiente confortável, seguro e com empatia para os usuários.

publicidade

“Estamos introduzindo novas políticas de anúncios para combater alegações problemáticas e exageradas em produtos de dieta e perda de peso e colocando restrições mais fortes às referências de imagem corporal”, comunicou o aplicativo.

A rede também disse que vai impor mais restrições aos anúncios com reivindicações implícitas a perda de peso e deve limitar veiculações irresponsáveis de produtos ou aplicativos que promovem o controle corporal.

“Esses tipos de anúncios não oferecem suporte à experiência positiva, inclusiva e segura que buscamos no TikTok”, reiterou em comunicado.

Medidas são soluções para problemas anteriores

O posicionamento do TikTok vem semanas depois que a Tenable, uma empresa americana de segurança cibernética, divulgou um relatório mostrando que golpistas compravam anúncios na plataforma para promover aplicativos falsos, pílulas dietéticas e outros serviços duvidosos.

publicidade

ReproduçãoEmpresa comunicou sobre quatro tipos de golpes por meio de anúncios. Foto:iStock

O relatório de 50 páginas lista diversos anúncios feitos pelos golpistas na intenção de enganar os usuários. Em uma delas, eles usavam artigos falsos, alegando ser de veículos com credibilidade, como CNN e Fox News, para promover pílulas de emagrecimento.

Segundo a empresa haviam quatro tipos de anúncios falsos: ofertas de dinheiro fácil; ofertas supostamente gratuitas, mas, que, na verdade, eram pagas; esquemas de dropshipping envolvendo fraude de preços e produtos questionáveis; e promoção de aulas online como forma de acesso a ajuda financeira. 

Em nota, o TikTok afirmou que tem políticas rígidas para proteger os usuários de conteúdos falsos e que havia removido todos os anúncios identificados no relatório.

Plataforma vai apoiar a WSAW 2020

O TikTok também informou que vai apoiar a segunda edição da WSAW (Semana Anual de Conscientização do Estigma do Peso), que vai acontecer entre os dias 28 de setembro e 2 de outubro deste ano.

A campanha é promovida pela NEDA (Associação Nacional de Distúrbios Alimentares), uma organização norte-americana de prevenção aos distúrbios alimentares e acontece desde o ano passado.

O TikTok afirmou que vai dar suporte à campanha através da tag #EndWeightHateCampaign e lançando, dentro do aplicativo, uma página exclusiva com informações sobre o estigma do peso e oferecendo apoio aos usuários.

“Temos orgulho de fazer parceria com a National Eating Disorder Association (NEDA) para conectar usuários que procuram suporte a recursos importantes, diretamente de nosso aplicativo”, declarou a rede.

“Estamos encorajados em ver uma plataforma proeminente, como o TikTok, se juntar ao movimento para acabar com o ódio ao peso e desafiar a gordofobia. A mídia social é uma ferramenta poderosa para criar espaços seguros e inclusivos onde todos são aceitos e celebrados”, comenta Claire Mysko, CEO da NEDA e responsável pela parceria.

Fonte: CNET