EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O serviço de atendimento ao consumidor da Nintendo publicou um tuíte na segunda-feira (28) recomendando que o seu console, o Nintendo Switch, seja recarregado “uma vez a cada seis meses”. O motivo? Evitar a morte de sua bateria embutida.

A ideia parece até redundante, considerando que o Switch vem de fábrica com uma estação de acoplagem (dock station) que traz a função de recarga do aparelho e, convenhamos, se você é dono de um, sabe que usá-lo corriqueiramente fará com que o recarregue algumas vezes ao longo da semana – que dirá a cada semestre.

publicidade

 

Entretanto, a dica da fabricante japonesa é direcionada a quem adquiriu um segundo aparelho, ou fez um upgrade para o Switch Pro, relegando o console antigo para uma gaveta ou algo do gênero. Comumente, quem é dono de mais de uma peça de hardware tende a esquecer as mais antigas e priorizar as mais novas – e é aí que mora o perigo.

Segundo a Nintendo, seis meses sem contato com a tomada farão com que a bateria embutida no Switch torne-se “irrecarregável”, efetivamente inutilizando um console que, no Brasil, custa algo entre R$ 2,5 mil e R$ 3,5 mil, dependendo da loja.

Reprodução

Nintendo Switch pode ficar inutilizado caso sua bateria não passe por pelo menos uma recarga a cada seis meses, recomenda a fabricante. Imagem: Nintendo/Reprodução

Como ser old school

Cuidar de um aparelho antigo é algo que atrai mais entusiastas graças a empresas do setor de jogos relançando consoles clássicos: a Nintendo já fez isso com o NES e o Super NES, a SEGA já lançou um Mega Drive (Genesis) e a Sony colocou no mercado uma versão reduzida do primeiro PlayStation. No caso dos portáteis, como o Game Boy ou, recentemente, o próprio Switch, a questão da bateria é algo a mais para se preocupar.

Algumas dicas, além de manter recargas em dia, incluem abrir o aparelho para averiguar se há algum vazamento (repare se há uma espécie de pasta ou “casca” amarelada ou esverdeada em volta) ou armazená-lo em caixas singulares, em vez de dobrar fios e largar tudo no mesmo lugar. Adicionar lembretes de agenda ou smartphone para fazer revisões em períodos específicos de tempo também pode ajudar.

Fonte: Nintendo