EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Xiaomi vem fazendo sucesso com seus celulares e outros dispositivos faz tempo, sendo que no ano passado a marca retornou ao Brasil de forma oficial. Já para atender as diferentes necessidades de seu público, a marca chinesa acaba tendo diferentes linhas como a Poco, que acaba de ter um produto lançado por aqui.

O modelo em questão se trata do Poco X3, um celular mais voltado para o público gamer e que até chegou a ser recordista de vendas na Aliexpress em seu lançamento. O Olhar Digital recebeu um modelo para testes e antes de publicar a sua análise completa, traz nesse hands-on quais as nossas primeiras impressões dele.

publicidade

Design e acabamento

O Olhar Digital recebeu o Poco X3 na cor “Cobalt Blue”, que apesar de ser bem bonita, não tem um grande apelo visual. No corpo do aparelho, que tem a sua parte maior feita de plástico, o que realmente chama a atenção são as suas câmeras traseiras, que ocupam um bom espaço e são salientes.

Reprodução

Em relação aos botões e ao restante do corpo do aparelho, a Xiaomi aqui optou por deixar o Poco X3 um pouco mais simples. Nele, você tem apenas os botões de volume e power, que tem integrado um leitor de impressões digitais. Já ao lado de sua porta USB C, o Poco X3 ainda traz uma bem vinda entrada P2 para fones de ouvido.

Já a tela do aparelho, que é um de seus destaques, tem 6,67 polegadas, resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), proporção 20:9 e taxa de atualização de 120 Hz (com tempo de resposta de 240 Hz). O Olhar Digital, pelo tempo que passou com o aparelho, ainda não teve tempo de explorá-la ao máximo para já dar um parecer final, mas é nítida a diferença de fluidez em pequenas ações ao trocar a sua frequência de 60 para 120 Hz, que é claro, consome um pouco mais de bateria.

publicidade

Em relação a qualidade de imagem, o display do Poco X3, que é do tipo LCD, nos impressionou em um primeiro momento por conta do seu bom nível de preto e cores vivas.

Reprodução

Performance e autonomia

Diferente de alguns aparelhos premium ou topo de linha, o Poco X3 não traz o processador mais forte da Qualcomm, mas conta com um modelo que tem o seu foco em jogos e que é indicado para celulares do segmento intermediário e intermediário premium. Antes de falarmos mais do único teste feito por nós neste hands-on, primeiro, veja a sua ficha técnica:

  • Processador Octa-Core Snapdragon 732G;
  • GPU Adreno 618;
  • 6 GB de memória RAM;
  • 64 ou 128 GB de espaço para armazenamento;
  • Bateria de 5.160 mAh.

Por conta de só termos ficado com o aparelho por um dia até o momento da publicação deste hands-on e ele ter um processador mais voltado para jogos, o Olhar Digital resolveu testar o Poco X3 com o título “Genshin Impact”, que além de ser pesado, é um dos games mais populares do momento.

Reprodução

De forma geral, ao deixar a tela do celular configurada para a taxa de atualização de 120 HZ, o Poco X3 não demonstrou nenhuma dificuldade para rodar este título com os gráficos no nível “Muito alto”, ou seja, nós não vimos nenhuma lentidão ou engasgos. Entretanto, precisamos dizer que, após uns 40 minutos jogando, o Poco X3 começou a esquentar, mas sem apresentar problemas.

Já em relação a bateria, um dia de uso do aparelho ainda é muito pouco para darmos a nossa impressão final. Entretanto, neste teste feito com o Genshin, após estes 40 minutos, o Poco X3 perdeu apenas 14% de carga, o que parece ser um bom número se levarmos em consideração que estávamos jogando e com uma alta taxa de atualização definida para a sua tela.

Fotos

O primeiro teste de fotos com o Poco X3 foi um pouco prejudicado por causa do tempo fechado e das chuvas, mas ainda assim o Olhar Digital pôde tirar algumas fotos com o aparelho. Assim, para este hands-on, o Olhar Digital tirou algumas fotos apenas com a sua lente principal. Veja elas a seguir!

Reprodução

Reprodução

Mesmo com as fotos sendo tiradas em ambientes com pouca iluminação, o resultado apresentado pelo Poco X3 ainda foi bem impressionante. De forma geral, ele conseguiu compensar bem essa ausência de luz, trouxe cores bem vivas, um bom nível de contraste e não deixou ruídos nas imagens.

Conclusão

Como dito no começo, nós passamos apenas um dia com o Poco X3, mas tempo o suficiente para já conhecer um pouco dele e contar quais foram as nossas primeiras impressões sem entrar por enquanto no mérito do seu preço. De forma geral, no que diz respeito ao desempenho, tanto para jogar quanto para atividades comuns, o celular nos impressionou bastante de forma positiva.

Já as fotos capturadas com ele também parecem apresentar uma boa qualidade, mas é claro que diversos outros testes ainda precisam ser efetuados. A única coisa que gostaríamos que fosse um pouco melhor é o seu acabamento, que apesar de até trazer algumas proteções, visualmente é bem simples.