EnglishPortugueseSpanish

Cadastro de chaves do Pix já tem quase 34 milhões de registros

Redação 15 de outubro de 2020
publicidade

Com previsão de liberação para 16 de novembro, o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, o Pix, promete mexer com as transações financeiras. Desde o início de outubro, já é possível cadastrar chaves de acesso ao sistema.

Até o momento 33,7 milhões de chaves já foram cadastradas. Os bancos digitais têm recebido um alto volume de cadastros. Quem lidera a quantidade de chaves registradas é o Nubank, com mais de 8 milhões delas. Em segundo lugar, vem o Mercado Pago, com pouco mais de 4 milhões e 700 cadastros.

publicidade

Esse cadastro não é obrigatório. Clientes que optarem por usar o Pix terão de usar como chave um número de celular, um e-mail, um CPF ou CNPJ ou um código aleatório. A expectativa é que o sistema substitua as operações de DOC e TED.

O Pix vai ser gratuito para pessoas físicas. Além disso, é um sistema instantâneo que fica disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana. Espera-se que ele seja mais seguro do que as opções atuais e, em caso de suspeita de fraude, a devolução de operações deve ocorrer em até uma hora.