EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Xiaomi revelou no último domingo (18) o seu novo carregador sem fio com 80 watts de potência em funcionamento. A solução impressiona pelo fato de conseguir carregar uma bateria de smartphone de 4.000 mAh em apenas 19 minutos. A capacidade também é muito maior do que a maioria dos smartphones atuais pode suportar.

Em um vídeo publicado na sua conta global do YouTube, a fabricante informa que o teste foi realizado em um Mi 10 Pro “modificado”. Em cargas ainda mais rápidas, o carregador foi capaz de encher 10% da bateria em um minuto; em oito minutos, ele entrega 50% da capacidade, ou 2.000 mAh.

publicidade

A nova solução de 80W é um grande avanço até mesmo se compararmos os dispositivos mais parrudos do mercado e seus carregadores rápidos. A empresa não confirmou, entretanto, se a solução já está pronta para produção em massa. Também não há uma data de lançamento estimada para que o acessório possa ser comprado.

Carregamento Wireless avançando

Em agosto, a companhia lançou no mercado o Mi 10 Ultra com carregamento rápido por fio de 120W. Para efeito de comparação, ele é compatível com carregamento rápido Wireless de 50W. Um mês antes disso, a Qualcomm havia anunciado a nova tecnologia Quick Charge 5 de 100W, também por cabo, capaz de carregar uma bateria de 4.500 mAh em apenas 15 minutosReprodução

Nova solução de carregamento sem fio da Xiaomi supera, com folga, carregadores comuns do mercado. Imagem: Xiaomi/Reprodução

publicidade

Antes disso, em 2019, a Xiaomi havia anunciado seu carregador sem fio de 30W. Para que ele seja funcional e rentável, também é preciso ter smartphones compatíveis no mercado. Até então, a Xiaomi não divulgou se um modelo adicional da linha Mi 10 será lançado com a compatibilidade.

Uma expectativa em relação ao lançamento está na chegada da linha ‘Mi 11’ de smartphones. Assim como na geração atual, a estimativa é de que ela seja anunciada nos primeiros meses de 2021, coincidindo com o período tradicional do Mobile World Congress (MWC), adiado para junho do mesmo ano. A Samsung também estudado formas de driblar o adiamento da feira e deve adiantar o lançamento da linha Galaxy S21 para janeiro.