EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Com o lançamento da versão 8.00 do sistema operacional do PlayStation 4, alguns usuários perceberam um aviso de que “chats de voz podem ser gravados para moderação”. Sem nenhum contexto, o aviso deu margem à especulação de que a Sony estaria, de alguma forma, monitorando as conversas dos jogadores.

Mas segundo Catherine Jensen, líder da equipe de Global Consumer Experience no PlayStation, este não é o objetivo deste recurso. Em um post no blog do PlayStation a executiva explica que ele tem a ver com uma ferramenta do PlayStation 5 para reportar assédio verbal em conversas na plataforma.

publicidade

Um usuário que se sentir vítima de assédio poderá gerar um clipe de 40 segundos de sua conversa com o assediador, o que inclui um trecho “principal” de 20 segundos, além de 10 segundos antes e depois dele. Este clipe poderá ser compartilhado para moderação com a equipe de Customer Experience, que irá ouví-lo e decidir que decisões tomar.

Como usuários do PlayStation 5 poderão conversar com usuários do PlayStation 4, foi necessário incluir suporte a este recurso também no software do PlayStation 4, daí o aviso.

Segundo Jensen, “Não haverá uma opção para ser excluído desta nova função de Chat de Voz, já que queremos que todos os usuários se sintam seguros quando jogarem com outras pessoas online, e não apenas com quem ativou a função”.

O PlayStation 5 chegará às lojas do Brasil em 19 de novembro. A versão sem leitor de discos Blu-Ray custará R$ 4.500, enquanto o modelo com o leitor custará R$ 5.000. Nos EUA o console estará disponível uma semana antes, a partir do dia 12, por US$ 399 e US$ 499, respectivamente.

publicidade

Fonte: PlayStation.Blog BR