EnglishPortugueseSpanish

A versão “Canary”, usada por desenvolvedores para testar novos recursos do Chrome OS, já permite a ativação do “Modo Escuro” em algumas instâncias bem específicas. De acordo com o Android Police, porém, é importante ressaltar que o uso desta versão como sua principal pode trazer problemas, já que o Chrome OS Canary é considerado “instável” pelo Google e pode trazer diversos erros.

A empresa de Mountain View já vinha trabalhando no modo escuro desde o começo de setembro, sendo que o Chrome OS era o único de todos os sistemas operacionais de primeira linha a não contar com o recurso – Windows e macOS já o tem há meses. Para ativar o recurso, você precisará de um Chromebook com o canal Canary instalado. Após isso, basta colar, sem as aspas, as linhas “chrome://flags/#enable-force-dark” e “chrome://flags/#enable-webui-dark-mode” na barra de endereço do Google Chrome.

publicidade

Reprodução

Modo Escuro já aparece em versão de testes do Chrome OS. Imagem: Android Police/Reprodução

Com isso, o Chrome OS vai alterar a sua visão sistêmica para abraçar temas escuros – não apenas nas tarefas de rotina do sistema operacional, mas também em alguns aplicativos que já tragam suporte ao novo recurso, bem como a interface de usuário. Apesar de ainda estar em estágios primários de teste, a mudança parece ser bem compreensiva, o que dá a entender que o Modo Escuro deve contar com um lançamento definitivo logo.

Reprodução

Novo visual facilita a economia de energia, além de trazer menos cansaço à vista para quem navega à noite pela internet. Imagem: Android Police/Reprodução

O Modo Escuro é um tema que, bem literalmente, torna escuras praticamente todas as interfaces de uma plataforma. Desde sistemas operacionais, até aplicativos e até algumas páginas da web, esse modo vem sendo amplamente requisitado pelos usuários pelos seus diversos benefícios – sobretudo o cansaço reduzido aos olhos e a maior facilita de de leitura, bem como a economia no consumo de energia de dispositivos com baterias autônomas, como smartphones e tablets.

O Google vem brincando com o Modo Escuro desde a atualização 78 do Chrome, onde uma linha de comando no navegador da empresa forçava páginas da web a rodarem com um plano de fundo na cor preta. Entretanto, ainda que a função já estivesse disponível e funcionando bem no Windows e macOS, usá-la no Chrome OS fazia com que as páginas visitadas caíssem. E você não poderia nem reverter a mudança já que a queda também impactava as “flags” (linhas de comando do navegador), o gerenciador de downloads e a página de ajustes.

Reprodução

Recurso ainda está em testes e Google não informou nenhuma previsão definitiva de lançamento. Imagem: Android Police/Reprodução

Com a novidade, fica evidente que o Google nunca de fato abandonou a ideia, e ver progressos neste departamento deve agradar aos leitores e público mais notívago da empresa.

Fonte: Android Police