EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Dia das Bruxas no Brasil, ou Halloween, como é conhecido nos Estados Unidos, é comemorado neste sábado (31), e para te ajudar a entrar no clima da festa, um site um tanto quanto curioso está “zumbificando” fotos. Por meio de algoritmos de inteligência artificial, a ferramenta transforma qualquer selfie em um perfeito zumbi.

O processo de edição é bastante intuitivo: basta carregar a foto no botão “Browse” e em seguida clicar em “Make Me a Zombie!”. Pronto! Você já pode compartilhar a imagem, que lembra filtros do Instagram, com amigos e exibir sua incrível “maquiagem”.

publicidade

Reprodução

Site transforma qualquer selfie com o efeito zumbi. Créditos: Make Me a Zombie/Divulgação

publicidade

Algoritmos

O recurso usa uma ferramenta denominada Rede Adversária Generativa (GAN). Para o pleno aprendizado de máquina, os algoritmos foram treinados com 300 fotos de pessoas usando máscaras de zumbis ou maquiagens.

De acordo com o criador e desenvolver independente, Josh Brown Kramer, a ideia é mostrar como um zumbi realmente deve se parecer no Halloween. Por isso, a IA se concentra em mapear o formato do rosto das imagens que as pessoas carregam e identificar os traços para “zumbificar” a foto.

Para experimentar a novidade e visitar o site de edição de fotos, clique aqui.

Efeitos neurais para ajustar idade

Enquanto algumas pessoas querem ser transformadas em zumbis, outras preferem ajustar a idade em fotos. A última atualização do Photoshop, lançada neste mês, proporciona justamente isso com a ferramenta chamada “filtros neurais”. Com ela, é possível parecer mais com uma idade com edições na expressão facial em uma imagem. É possível aumentar ou reduzir sentimentos como alegria, surpresa ou raiva. Inclusive, esta função é realizada por meio de controles deslizantes simples, tornando o processo intuito.

Outras ações, como tirar os óculos de alguém ou suavizar manchas na pele, também podem ser feitas no upgrade do software. O melhor é que a Adobe fez com que todos estes processos fossem realizados com poucos cliques, objetivando uma ferramenta simples com saída facilmente ajustada ou totalmente revertida.

Fonte: Futurism