EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Atualmente, Elon Musk é conhecido por ser a mente por trás de empresas que projetam carros e foguetes. No entanto, o empresário parece querer conquistar um novo mercado. Isso porque a Tesla disponibilizou a Tesla Tequila para venda em seu site oficial.

Apesar da novidade, seu preço pode assustar um pouco, já que uma garrafa custa US$ 250 (R$ 1.380 em conversão direta). Mesmo assim, a empresa definiu que cada cliente só pode comprar duas unidades da bebida – além de que ela só pode ser entregue em alguns estados dos EUA por conta de “regulamentos do setor”.

publicidade

Reprodução

Compra é limitada a dois itens por cliente. Foto: Tesla/Reprodução

publicidade

De acordo com a descrição do item, a bebida será feita em pequenos lotes, além de ser añejo – que é quando a tequila é envelhecida de um a três anos em barris de carvalho. No caso da bebida de Musk, esse processo foi de 15 meses.

Nos Estados Unidos, a tequila, assim como o champanhe, está sujeita a uma série de regras de origem. O mais importante é que a bebida deve ser fabricada em um dos cinco estados mexicanos. Segundo o site da iniciativa, o produto foi produzido pela Nosotros Tequila, uma marca com sede na Califórnia que diz que seu agave – principal ingrediente do destilado – é obtido em Jalisco, um dos estados permitidos.

Problemas anteriores

Em 2018, Musk teve alguns problemas com o Conselho Regulador de Tequila do México (CRT). Isso ocorreu depois do empresário tuitar sobre uma possível bebida que seria lançada pela marca. O problema tinha ligação com um pedido de patente que não se enquadrava nas regras de denominação de origem da tequila.

Na época, a Reuters divulgou que o CRT criticou a Tesla e disse que, se a empresa quisesse produzir tequila, “teria que se associar a um produtor autorizado, cumprir certos padrões e solicitar autorização do Instituto de Propriedade Industrial do México”.

Vale lembrar que, mesmo com o lançamento, a Tesla desencoraja totalmente que as pessoas bebam e dirijam – mesmo que seja um dos carros com piloto automático da empresa.

Via: The Verge