A Food and Drug Administration (FDA), órgão do governo dos EUA responsável pela aprovação de produtos alimentícios e medicamentos, de forma similar à nossa Anvisa, aprovou um app para o Apple Watch projetado para diminuir os pesadelos em pacientes sofrendo de estresse pós-traumático (PTSD).

Batizado de Nightware, o app, que deve ser usado apenas sob orientação médica, usa os sensores do smartwatch para monitorar os batimentos cardíacos e movimentos do paciente, comparando-os com um “sono normal” calculado ao longo de 10 dias de treinamento.

publicidade

Ao detectar um pesadelo, o app faz com que o Apple Watch vibre com o objetivo de “tirar” o paciente dele, sem que acorde. Para testar a eficácia a FDA acompanhou 70 pacientes durante 30 dias, divididos em dois grupos. Um deles usou Apple Watches com o app real, e outro, o controle, usou relógios com uma versão modificada do app, que não emitia as vibrações. Os pacientes não sabiam em qual grupo estavam.

Reprodução

Segundo a FDA, ambos os grupos tiveram melhoria na qualidade do sono, mas ela foi mais significativa nos pacientes que usaram o app real. “A evidência mostra que os benefícios prováveis superam os riscos prováveis”, diz a agência.

Não é a primeira vez que médicos consideram o Apple Watch como ferramenta para um tratamento. Um estudo com 400 mil pessoas realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos EUA, mostra que o aparelho a fibrilação atrial, o tipo mais comum de batimento cardíaco irregular e que pode resultar em derrames.

Fonte: Phone Arena