Já pensou em votar na comodidade do seu lar? Esta é a proposta para as eleições de 2022 no Brasil. Durante o pleito municipal deste fim de semana, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, ministro Luís Roberto Barroso e o vice-presidente, ministro Edson Fachin, conheceram os trabalhos de quatro empresas que poderão oferecer a votação online em breve.

 
As apresentações foram realizadas nas cidades de Valparaíso, em Goiás, São Paulo e Curitiba e incluíram aplicativos com reconhecimento facial e um site com criptografia de ponta a ponta.
 
Os testes fazem parte do projeto Eleições no Futuro, que foi lançado em setembro deste ano pelo TSE que tem como objetivo estudar novas formas de promover as votações no Brasil. Segundo o presidente do órgão, a intenção é analisar as propostas de 31 empresas que se cadastraram no chamamento público lançado pelo TSE e implementar, de forma gradativa, o sistema digital até 2022.
 

Ainda de acordo com o ministro Luís Roberto Barroso, além de trazer praticidade ao eleitor brasileiro, o objetivo de uma votação digital seria a diminuição de custos, isto porque apesar de as urnas eletrônicas serem seguras, a substituição destes equipamentos demanda valores elevados.

publicidade