EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você não comprou um dos consoles de nova geração durante a fase de pré-venda por qualquer motivo, mas se interessou por um novo Xbox ou PlayStation deve ter percebido que está muito difícil (para não dizer impossível) encontrar unidades disponíveis para compra. As plataformas foram lançadas com estoques baixíssimos que se esgotaram rapidamente, e a normalização só está prevista para 2021.

Então, pelo mundo inteiro, as prateleiras estão vazias. E quem faz a festa com isso são os revendedores, que se aproveitam da alta demanda e estoque inexistente para tentar vender algumas unidades a preços exorbitantes. O Brasil não é diferente.

publicidade

Basta uma visita a sites como o Mercado Livre para observar como o chamado “mercado cinza” está tentando tirar proveito da situação enquanto os estoques nas revendas oficiais não se normalizam.

O PlayStation 5 parece estar sofrendo mais fortemente com esse tipo de ação com revendas a preços abusivos, possivelmente refletindo uma demanda ainda mais alta, ou uma oferta ainda mais escassa. O modelo mais barato, sem leitor de Blu-Ray, tem preço sugerido pela Sony de R$ 4.100, enquanto a versão mais cara, com leitor, é de R$ 4.700.

Quando se olha no Mercado Livre, no entanto, os preços estão superando tranquilamente a casa dos R$ 10 mil; em um dos anúncios, a versão com entrada para discos de Blu-Ray chega a R$ 14,8 mil. Alguns vendedores mais pé-no-chão anunciam o PS5 por preços mais próximos dos oficiais, beirando os R$ 6.000 e R$ 7.000.

Reprodução

publicidade

Efeito similar é sentido por quem procura pelo Xbox Series X. Com uma disponibilidade baixíssima e previsão de normalização do estoque apenas para abril de 2021, o mercado paralelo está totalmente à vontade para aumentar o preço conforme sua preferência. São poucos vendedores anunciando o Series X, e o anúncio mais barato com pronta entrega fica na casa dos R$ 7.000, podendo chegar a R$ 7.900, enquanto o preço oficial é de apenas R$ 4.600.

Reprodução

O único modelo que parece ter o preço no mercado paralelo “sob controle” é o Xbox Series S. O console, que tem um preço sugerido pela Microsoft de R$ 2.800 no mercado oficial, ainda pode ser encontrado no varejo, o que coloca um teto sobre o quanto os revendedores independentes podem inflacionar o preço do produto. No geral, o Series S é encontrado no Mercado Livre por preços que flutuam em média entre R$ 2.700 e R$ 3.500.