EnglishPortugueseSpanish

Após quase três anos em pausa, a equipe do Twitter afirmou em seu blog oficial que está pronta para retomar seu processo de verificação de contas. Para isso, a empresa está pedindo feedback dos próprios usuários, para “garantir que nossas regras reflitam as vozes das pessoas que usam o Twitter”.

O programa de verificação de contas foi pausado em 2017 após a empresa perceber que o ícone azul que indica uma conta verificada estava sendo confundido pelos usuários como um “endosso” da plataforma àquela conta ou um indicador de sua importância na rede.

publicidade

Um ano depois, a empresa reduziu a prioridade dos esforços para reformar a política de verificação para que pudesse se concentrar em questões mais importantes como a veracidade da informação em sua plataforma durante momentos críticos, como as eleições nos EUA.

A empresa agora parece estar pronta para retomar o processo de verificação. “Planejamos relançar a verificação, incluindo um processo público de solicitação, no início de 2021. Mas antes, precisamos atualizar a nossa política de verificação com sua ajuda. Esta política irá estabelecer a fundação para futuras melhorias definindo o que a verificação significa, quem pode solicitá-la e por que algumas contas podem perder a verificação”.

Reprodução

O “selo azul” ao nome do usuário serve apenas para informar que a conta é autêntica. Foto: Shutterstock

Atualmente, o ícone de verificação serve para “informar que uma conta de interesse público é autêntica. Para receber o selo azul, a conta precisa ser notável e ativa”. Os seis tipos de contas que podem receber o selo são contas de governos, notícias, entretenimento, esportes, “companhias, marcas e ONGs” e “ativistas, organizadores e outros indivíduos influentes”.

Novas regras

A nova política propõe critérios para remover automaticamente a verificação de uma conta se, por exemplo, ela se tornar inativa ou se o perfil estiver incompleto. A empresa planeja remover automaticamente o ícone de verificação de contas nestas condições em 2021.

O texto também define regras para negar ou remover a verificação de certas contas que, mesmo qualificadas, violam constantemente os termos de uso do Twitter. “Reconhecemos que há muitas contas verificadas no Twitter que não deveriam ser”, diz a empresa.

Os usuários podem participar do processo preenchendo uma pesquisa sobre a nova política de verificação, ou deixar seus comentários com um tuíte usando a hashtag #VerificationFeedback. O Twitter afirma que irá trabalhar com ONGs locais e seu Conselho de Confiabilidade e Segurança para “garantir que o máximo de perspectivas estejam representadas”.

O período de participação do público começa nesta terça-feira (24) e vai até 8 de dezembro de 2020. A partir daí o feedback será analisado e a equipe do Twitter será treinada na nova abordagem. O objetivo da empresa é introduzir uma versão final da nova política de verificação em 17 de dezembro de 2020.