Um estudo da empresa de segurança digital Kaspersky mostra que, nas semanas que antecedem a Black Friday, os ataques de phishing aumentaram em 9%. Entre os dias 29 de outubro e 18 de novembro de 2020, a companhia registrou 196 tentativas de golpe do tipo por minuto na América Latina. O phishing é o método mais comum de ser usado por hackers para roubar senhas e credenciais de acesso, bem como clonar cartões de crédito de compradores na internet.

Segundo a Kaspersky, o mês de 2020 tem sido especialmente único no e-commerce durante o período de Black Friday. É normal que varejistas online criem promoções que perdurem todo o mês de novembro, mas devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), algumas lojas expandiram suas ofertas, seja em volume ou tempo de duração.

publicidade

Reprodução

Golpes na Black Friday registraram aumento de 9%, segundo levantamento realizado pela empresa de segurança Kaspersky. Foto: iStock/MicroStockHub

Quase seis milhões de golpes

De acordo com Fabio Assolini, analista sênior do time de investigação e análise da empresa (GReAT, na sigla em inglês), foram bloqueadas 5.936.074 tentativas de acesso a sites de phishing na América Latina no período de 29/10 a 18/11 deste ano. Em 2019, este número foi de 5.464.524 no mesmo período, o que representa um aumento de 9% na comparação ano-a-ano.

“A Black Friday é uma data muito especial. Já é tradição em muitos países latinos e não surpreende ver um crescimento nos ataques. Mas é curioso ver que existe uma tendência de leve queda nas atividades maliciosas e isso indica que os cibercriminosos não estão focando nessa fraude neste ano. Revisando as detecções por país na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, verificamos um grande crescimento das atividades na Argentina, de 25%. Porém, nos demais países, houve queda de 40%, 22%, 52%, 37% e 43%, respectivamente”, disse Assolini.

O especialista continuou sua conclusão afirmando que o contexto pode estar “ligado aos impactos da pandemia nos países e em como o cibercrime reagiu frente a este cenário, priorizando os ataques contra empresas ou focando a fraude nos beneficiários dos auxílios emergenciais devido à pandemia”.

Como forma de assegurar sua proteção durante o período de ofertas, a Kaspersky ressalta algumas medidas que podem ser conduzidas rotineiramente pelo usuário, como verificar o link de uma promoção antes de clicar nele e sempre preferir fazer as compras em lojas oficiais, averiguando os canais de reputação online para assegurar a idoneidade da empresa.