EnglishPortugueseSpanish

A agência espacial japonesa (Jaxa) irá realizar neste domingo (29) o seu primeiro lançamento desde a missão Hope Mars, para os Emirados Árabes Unidos, em julho. O Japanese Data Relay Satellite-1 (JDRS-1), primeiro satélite com sistema óptico de retransmissão de dados, decola do Centro Espacial Tanegashima em um foguete H-IIA, entre 4h15 e 6h15 (horário de Brasília).

O satélite JDRS-1 foi desenvolvido em conjunto pela Jaxa e o Governo do Japão, com a agência responsável pela função de retransmissão ótica de dados. O projeto tem como objetivo melhorar a velocidade de transmissão dos dados dos satélites japoneses de observação da Terra e aumentar a quantidade de dados trafegados.

publicidade

O amplificador óptico de alta eficiência e alta potência do JDRS-1 irá acelerar a taxa de transmissão de dados em mais de quatro vezes. A Jaxa espera que, no futuro, o sistema possa trazer uma melhora na quantidade dados transmitidos pelas sondas de exploração espacial, como a Kaguya, que atualmente orbita a Lua, e a Hayabusa2, que está voltando para a Terra após coletar amostras do asteroide Ryugu.

Jaxa/Divulgação

Uma representação artística da espaçonave Hayabusa2 no asteróide Ryugu. Imagem: Jaxa/Divulgação

Com expectativa de chegada para dezembro, a sonda já tem novo destino assim que cumprir sua primeira missão: o asteroide 1998 KY26, que deve alcançar em 2031. A espaçonave deixou Ryugu em novembro de 2019 após um ano de estudos e cinco de viagem.

O asteroide 1998 KY26 circunda o Sol entre as órbitas da Terra e de Marte, ocasionalmente cortando o caminho do nosso planeta em sua viagem de 1,37 ano. O corpo celeste tem cerca de 30 metros de diâmetro e leva apenas 10,7 minutos para girar uma vez em torno de seu eixo, de acordo com a Jaxa.