Na última quinta-feira (26), a Receita Federal publicou no Diário Oficial da União uma série de normas para que a regulamentação do processo de certificação digital seja feita. O conjunto de regras vale para pessoas físicas e jurídicas. 

O que a publicação diz, basicamente, é que, a partir de agora, documentos de identificação digitais, como e-CPF e e-CNPJ, devem ser emitidos por empresas autorizadas – que foram batizadas de Autoridades Certificadoras Habilitadas.

Para ajudar na tarefa de emitir um certificado digital, o site da Receita Federal divulgou um passo a passo de como proceder, bem como quais são as empresas certificadas para emissão desse documento.

Certificado digital

Reprodução

publicidade

Documento é usado para garantir segurança em transações online. Foto: everything possible/Shutterstock

O certificado digital, como o nome sugere, é um documento de identificação usado exclusivamente no âmbito online. É por meio dele que a autenticidade e integridade de transações realizadas é garantida.

Além disso, a emissão desse certificado faz com que se tenha redução de custos relacionada à produção de documentos físicos, já que se trata de um método totalmente digital. Há também a questão da mobilidade para o usuário. Isso porque é possível, por exemplo, assinar um documento ou formalizar um negócio mesmo distante.

Via: MobileTime