EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Na semana passada, um misterioso monólito foi descoberto no deserto de Utah. Por conta de sua aparência e o modo como estava parcialmente enterrado, sua existência intrigou autoridades locais e pessoas do mundo todo. Agora, ao que parece, o objeto simplesmente desapareceu.

Uma imagem compartilhada nas redes sociais mostra uma pilha de pedras e um pedaço de metal. Isso foi tudo o que sobrou no local em que o monólito se encontrava. Ainda não se sabe quem instalou e agora retirou o objeto do lugar.

publicidade

publicidade

Ao que parece, o desaparecimento ocorreu no sábado. Isso porque, Ryan Bacher, piloto de helicóptero, disse que visitou o local na sexta-feira e, quando seu amigo voltou no dia seguinte, não havia mais nada lá. “Vinte e quatro horas depois, meu amigo próximo, que também é piloto de helicóptero, levou sua família para ver também e não encontrou o monólito”, disse em entrevista a uma TV local.

Em comunicado, o escritório de gestão de Terras de Utah disse que não mexeu na estrutura, já que ela é considerada “propriedade privada. Não investigamos crimes envolvendo propriedade privada, isso é responsabilidade do xerife local”.

Estranho objeto no deserto

Quando descoberta, a misteriosa peça de metal intrigou muitas pessoas e fez com que diversas especulações sobre sua origem fossem feitas. Com 3,7 metros de altura, alguns acreditavam que a estrutura foi instalada em Utah “por aliens”. Alguns outros acharam que ela era semelhante ao grande monólito visto no filme ‘2001 – Uma Odisseia no Espaço’, de Stanley Kubrick.

Até então, o local exato do objeto era um mistério, mas isso não durou muito. Grupos de internautas rastrearam as coordenadas do objeto e postaram sua localização na internet. Essa divulgação atraiu muitos curiosos ao local.

Para Bret Hutchings, piloto de helicóptero que descobriu o monólito, a estrutura pode ter sido instalada por um “artista new age”. De acordo com autoridades de Utah, todo o conceito “provavelmente era uma obra de arte” – mesmo que ninguém tenha assumido sua autoria.

Via: BBC